terça-feira, 30 de junho de 2009

PROJETO BIOTECNOLOGIA E INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA

INTRODUÇÃO


Uma educação democrática deve garantir, além do acesso universal, a máxima qualidade. Este constitui, hoje, um dos desafios fundamentais da escola. E não bastasse o anseio em transmitir uma aprendizagem de qualidade, o que desencadeia uma transformação no modo de se ensinar, o professor, hoje, se vê na responsabilidade de garantir, ao educando, estratégias metodológicas que motivem o ensino e que garanta o êxito na aquisição do conhecimento.
Para auxiliar a resolução de alguns desses desafios, o uso de projetos tem-se mostrado eficaz garantindo não somente a qualidade tão almejada, mas também a equacionalização de algumas questões que envolvem as transformações no processo ensino aprendizagem. Contudo antes de se pensar na implementação aleatória destas práticas, a compreensão da metodologia e filosofia da ciência é de grande importância para o entendimento das possíveis ações a serem realizadas (Morin,2001).
A transição para a modernidade é caracterizada pelo papel central de novas formas de comunicação, que se originaram com o desenvolvimento da imprensa e com a difusão da alfabetização (Moscavici, 2003). As novas tecnologias e o aumento exponencial da informação levam a uma organização de trabalho em que se torna imprescindível a colaboração transdisciplinar e interdisciplinar dos conteúdos. Diante disso, surge um novo questionamento relacionado ao papel do professor e do currículo nas escolas e o papel que lhe é dado frente uma sociedade capitalista que exige pessoas preparadas para suprir as necessidades sócio-econômicas, que, quase sempre, guiam-se pela lógica do capital. Com as novas tecnologias inseridas no âmbito escolar, o professor tem a oportunidade de preparar o educando para os novos desafios nos anos seguintes de sua escolarização e até mesmo para o mercado de trabalho. Diante dessas situações, as instituições educacionais enfrentam o desafio não apenas de incorporar as tecnologias como um meio de se obter o conhecimento, mas também reconhecer e partir das concepções que os aprendizes têm sobre estas tecnologias para elaborar, desenvolver e avaliar práticas pedagógicas que promovam o desenvolvimento de uma disposição reflexiva sobre os conhecimentos e os usos tecnológicos. De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs, 1999), as competências e habilidades a

JUSTIFICATIVA


A Escola Estadual Profa. Clarice Rondon dos Santos é considerada uma escola de periferia que atende crianças, jovens e adultos, os quais muitas vezes trabalham o dia todo e a noite procuram a escola para terminarem seus estudos e então terem a possibilidade de concorrerem no mercado de trabalho como qualquer cidadão.
Ao adotar a EJA (Educação de Jovens e Adultos) a escola promoveu a jovens e adultos, que deixaram de estudar a muito tempo, a oportunidade de realizarem seus sonhos quanto a inserção em um faculdade e até mesmo no mercado de trabalho através de concursos públicos ou outros. Sabendo que os alunos devem estar preparados para tais desafios, este projeto se justifica, pois, vem auxiliar na aprendizagem quanto à montagem de apresentações em slides que posteriormente, em algum momento de suas vidas, irão precisar deste conhecimento especifico.
Além de aprenderem a montar um slide, os alunos farão uma revisão de conteúdos já estudados, sendo que deste modo estarão se preparando para um possível vestibular ou concurso, visto que, este projeto será executado com alunos da 2ª fase do ensino médio da EJA.
A inserção dos meios tecnológicos na vida de um educando, deve ser continuo, e dinâmico de maneira que o mesmo possa aprender de forma gradual os comandos básicos. Este projeto estará trabalhando justamente comandos básicos sobre o programa Powerpoint, no qual os alunos aprenderam a inserir vídeos, fotos, figuras e tópicos para apresentações. Neste processo, o projeto vem se não sanar, ao menos amenizar a defasagem dos alunos da 2ª fase do ensino médio, em relação a comandos básicos de determinados programas específicos do computador.


OBJETIVOS


Objetivo Geral

* Possibilitar aos alunos das 2ª fases do ensino médio um aprendizado básico quanto ao programa específico denominado Powerpoint.


Objetivos Específicos


* Propor aos alunos a montagem de slides no programa power point;
* Possibilitar aos alunos momentos de interação com os meios tecnológicos envolvendo o computador, o data show e programas a fins;
* Rever e analisar conteúdos já ministrados em sala de aula;
* Estimular os alunos a buscar novos conhecimentos quanto aos meios tecnológicos;
* Proporcionar um momento de apresentação dos trabalhos diante da unidade escolar;


METODOLOGIA


1ª Etapa:

Nesta etapa os alunos serão levados a STE, onde será apresentado o programa PowerPoint. Neste momento os alunos aprenderão à função do programa, seus principais comandos como:
· Design,
· Inserir figuras.
· Função do layout;
· Inserir hiperlink
Terão como base uma pequena apostila em anexo.

2ª Etapa:

Neste momento os alunos começarão a inserir o conteúdo, predeterminado em sala de aula, nos slides. Sempre tendo o auxilio da apostila e orientações do professor

3ª Etapa.

Agora com todos os tópicos já ajustados nos slides, os alunos serão orientados a inserir figuras e pequenos vídeos para tornar os slides mais dinâmicos e atraentes aos olhos de quem vai assisti-los.

4ª Etapa.

Chegando ao termino do projeto, os alunos irão apresentar o trabalho para as outras salas da unidade escolar.

PROF.ª MAIRA BOSA - DISCIPLINA DE BIOLOGIA

BIBLIOGRAFIA


BRASIL/MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Sociedade da informação no Brasil. Brasília: Ministério da Ciência e Tecnologia, 2000.203p.

BRASIL/SECRETARIA DE ECUCAÇÃO FUNDAMENTAL E MÉDIO. Parâmetros curriculares nacionais: MEC/SEM, 1998.

MOSCAVICI, 2003

MORIN, E. A cabeça bem feita. Repensar a reforma, reformar o pensamento. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001. 128p.

MORIN, E. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998. 344p.

video

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Alunos com Professor Lima

Alunos 2ª Fase C



NESTE 2.º PERÍODO, DENTRE AS MUITAS AULAS QUE ACONTECERAM NA NOSSA STE; DESTACAMOS HOJE AS AULAS DA PROF.ª ALCIONE ( DISCIPLINA DE ESPANHOL ); SENDO QUE ELA TRABALHOU COM SUAS SALAS DE 1.ª E 2.ª FASE DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - EJA OS TEMAS "LAS FRUTAS"( AS FRUTAS ), "LOS COLORES"(CORES) E "LOS DEPORTES"( ESPORTES ). A PROF.ª SEMPRE PROCURA TRABALHAR O CONTEÚDO DE FORMA À ESTAR VOLTADO À REALIDADE DO ALUNO; POIS; A ESCOLA CLARICE RONDON É A PIONEIRA NO OFERECIMENTO DA DISCIPLINA.

quinta-feira, 18 de junho de 2009

O paradigma da Tecnologia

O professor, assim, como mediador, facilitador do processo de aprendizagem, fazendo uso das ferramentas eletrônicas é quem irá desenvolver em sua prática pedagógica as novas tecnologias de ensino utilizando as tecnologias digitais. Através dessa proposta, o aluno construirá estruturas mentais que darão suporte para o uso da ferramenta tecnologia em qualquer situação.

Porém, observa-se hoje um professor mobilizado por falsos paradigmas com relação à tecnologia e ao seu uso, tanto na sua prática quanto na sua vida cotidiana. A medida em que o professor redimensionar a relação da tecnologia com a apropriação do seu conhecimento, será possível a reconstrução de um novo paradigma.

Pensando no aluno, o professor estrutura uma proposta tecnologicamente avançada, pois a “... construção da autonomia da aprendizagem do aluno também se faz nessa nova relação, quando o aluno aprende sobre o seu aprender”.(Setzer, V., 2000).

A importância da STE

A tecnologia é uma das maiores aliadas da escola e em especial da sala de aula. Pois a partir desta ferramenta, o professor pode enriquecer o seu trabalho e potencializar seus alunos na relação de descoberta de novos saberes. É um instrumento novo que instiga a curiosidade, incentiva a pesquisa e leva professor e aluno a descoberta e a conquista de um mundo totalmente novo, porém rico em possibilidades.